quarta, 26 de Abril de 2017
O que acontece com seu cérebro quando você está bêbado e chapado?

O que acontece com seu cérebro quando você está bêbado e chapado?

 

Um experimento conduzido pelo Instituto de Pesquisa Norueguês para Álcool e Drogas mostrou que álcool e maconha, as duas drogas mais populares do mundo, costumam ser consumidas juntas com bastante frequência. Apesar disso, poucos estudos sobre essa combinação foram produzidos até hoje.

Um episódio do canal de ciência AsapSCIENCE explorou as principais pesquisas sobre efeitos físicos e cerebrais provocados por beber e fumar maconha ao mesmo tempo e se descobriu que, separadamente, essas drogas alteram a maneira como seus neurônios se comunicam. A principal semelhança, de acordo com o vídeo, é que as duas substâncias inibem o neurotransmissor glutamato, essencial para o processo de aprendizagem e memória.

Os principais resultados de pesquisas relacionam essa combinação com a perda de memória. Um teste feito com ratos mostrou que a capacidade de reconhecer objetos também diminuiu consideravelmente quando os animais foram expostos às duas substâncias, mais do que nos casos onde só consumiram uma delas.

E após apenas duas doses de bebidas alcoólicas, os efeitos da cannabis tendem a aumentar. Um estudo da Harvard Medical School mostrou que os níveis de THC — a substância psicoativa encontrada na maconha — no sangue dos voluntários chegaram a dobrar quando bebiam e fumavam. Em outras palavras, álcool pode deixá-lo ainda mais chapado, já que aumenta o fluxo sanguíneo do corpo.

Entre os efeitos colaterais causados pela mistura, a maconha parece inibir o vômito que seria causado pelo consumo excessivo do álcool. Essa é uma das razões pelas quais a maconha medicinal é indicada para controlar a náusea de pacientes de quimioterapia. Mas no caso da intoxicação por bebida alcoólica, vomitar é a solução que seu organismo encontra para se livrar do excesso de álcool — e ser impedido de expelir esse excesso pode gerar sérios riscos à saúde.

Leia também:
+ Brasil arrecadaria mais de R$ 5 bilhões por ano com a legalização da maconha
+ Cientistas descobrem cura da ressaca