Olá galera.

Mesmo não sendo a principal candidata a conquistar a medalha de ouro nas Olimpíadas, a Seleção Brasileira Masculina de Vôlei contava em seu elenco com jogadores bastante talentosos, além de um treinador muito competente no comando do time. Mas depois da euforia do título, agora fica a expectativa pela permanência de Bernardinho como técnico da equipe.

Nenhum outro treinador ganhou mais medalhas em Olimpíadas que Bernardinho. Vale lembrar que como jogador ele fez parte da geração de prata nos Jogos de Los Angeles, em 1984. Com a conquista do último domingo, ele chegou a impressionante marca de seis pódios em seis participações olímpicas, como técnico. Caso ele resolva não continuar, será uma tarefa bastante difícil substituí-lo.

Com as meninas ele esteve nas Olimpíadas de Atlanta em 1996, e em Sidney, no ano de 2000. Nas duas ocasiões a Seleção ficou com o bronze. Com os homens foram quatro finais consecutivas. Ouro em Atenas (2004), prata em Pequim (2008), prata em Londres (2012), além do ouro na Rio 2016. Bernardinho também é treinador da equipe feminina do Rio de Janeiro, e deverá escolher apenas um trabalho pra continuar.

Ele, que no momento está descansando com a família, deverá decidir seu futuro nas próximas semanas. Até seu filho Bruno, levantador do Brasil, prefere que o pai escolha apenas um dos trabalhos pra permanecer. Que ele seja feliz em sua escolha. Caso decida não ser mais o técnico do Brasil, vamos torcer pra que seu substituto ajude a continuar essa bela trajetória de conquistas da nossa Seleção.

beijim

Mylena