A rua já é a inspiração original para os dançarinos que participam do Festival Rio H2K, que acontece no Rio de Janeiro até 29 de maio, mas é no evento que eles tiram tempo para trocar ideias, aprender mais e saber o que está rolando pelas ruas do Brasil e mundo afora. 

A dançarina Nina Maia, de Brasília, conta que é um encontro da cena das danças urbanas e também para quem é novo na área. 
 


Os jovens dançarinos do projeto Rewil, de Juiz de Fora (MG), vão além e veem no festival a realização de um sonho. A estudante Amanda Ferreira revela que o grupo trabalhou muito para conseguir participar do Rio H2K. 

Para o dançarino profissional U Miranda, participar do festival é uma realização porque trouxe 40 pessoas do projeto que coordena.