Não foi o vexame de perder para o Juventude, time da Terceira Divisão, em pleno Morumbi. Nem vender Ganso e perder Calleri. E não conseguir repor essas peças com o mesmo nível técnico. Muito menos apostar que Bauza ficaria até 2020.

Envolver cerca de R$ 30 milhões com Maicon. Acumular mais de R$ 200 milhões em dívidas. Abafar os escândalos de Carlos Miguel Aidar e Ataíde. Ou manter jogadores desestimulados e sem empatia com o clube ou com a torcida, como Michel Bastos, Carlinhos e Wesley. Contratar um treinador que estava na zona do rebaixamento com o Botafogo.

Não.

Nada disso é responsável pela revolta dos torcedores.

O culpado é Henri Castelli.

Sim, o ator que é apaixonado pelo clube, sócio e que já participou de campanhas publicitárias, sem cobrar nada do São Paulo. A culpa dos vexames é toda dele.

E seu poder de articulação das massas fez com que mais de 500 membros das organizadas invadissem o Centro de Treinamento da Barra Funda.

A culpa foi do seu vídeo maligno que conclamou os torcedores.

O presidente Leco e seus assessoram elaboram uma histórica vingança. Querem expulsá-lo do clube. Não permitir mais que continue como sócio. Não depois do seu vídeo...

Talvez até processá-lo.

Aí, sim, 'tudo será resolvido'.

A situação no São Paulo não é só assustadora.

Está se tornando patética...

(Depois do lastimável 0 a 0 contra o Coritiba, no Morumbi, Leco confirmou. Além de expulsar Castelli dos quadros de sócios do São Paulo, vai processá-lo. "Foi uma incitação à violência feita por esse moço e ele terá que responder na Justiça, assim como outras manifestações que não podemos admitir. Podem não gostar de mim, achar que a administração é ruim, respeito a opinião de todos. Mas cuidado para não mexer na honra e falar que a administração é corrupta, então vai ter que responder por isso."

Pronto, desviou o foco de sua própria incompetência como dirigente...

Henri Castelli rebateu na Rádio Jovem Pan. "Me surpreende (a possibilidade de ser processado) e me envergonha, porque é a única atitude que manifestaram e será tomada em resposta ao protesto justo e legítimo. A atitude será processar um torcedor do São Paulo. Eu dou minha cara a tapa e defendo junto com o próprio Leco o clube e sempre me coloquei à disposição para ajudar como for. Eu fiquei surpreso até de escutar que o jurídico está avaliando. Isso é porque não está convicto que pode me atingir. Tem um grupo de Whatsapp dos próprios diretores me chamando de 'veado'. Isso até poderia me afetar, mas para mim a carapuça não serve, porque já sabem que não tem procedência nenhuma. Não farei nenhuma notícia-crime quanto isso. Agora se falei alguma coisa de corrupção ou de alguma coisa assim que os deixaram incomodados, de repente a carapuça serviu e eu não posso fazer nada contra isso.")
Fonte: Esporte - iG @ http://esporte.ig.com.br/futebol/2016-08-28/leco-henri-castelli-processo.html